Publicidade
 
 
 
 
 
Notícias
 

Segunda, 01 de Novembro de 2010

Girista acredita no potencial da raça no Mato Grosso

Getúlio Vilela e a Filha Maressa Vilela, do Gir 5 Estrelas selecionam gir leiteiro na quente Cuiabá.



Getúlio Vilela na Agropecuária 5 Estrelas, em
Cruiabá (MT)

Getúlio Vilela homenageia Lázaro
Vilela por seus 50 anos de gir no
Mato Grosso, sendo obervado pelo
criador Paulo Moura

Cuiabá (MT) – Getúlio Vilela, do Gir 5 Estrelas, estrutura um dos maiores projetos de gir leiteiro no Mato Grosso,  estado que tem a economia baseada na agricultura de alto desempenho, “será também um celeiro de gado da raça gir”, espera o criador.

O entusiasmo com a raça no Estado teve inicio com o crescimento da raça em todo o Brasil. Há pouco mais de três anos os criadores matogrossenses fundaram a associação e estão estimulando a entrada de novos criadores.

Getúlio Vilela começou criando gir em sua fazenda no Estado de Minas Gerais e agora concentra todo o seu rebanho na Agropecuária 5 Estrelas, nos arredores de Cuiabá, próximo ao Aeroporto.

Gir adaptado

Getúlio Vilela diz que seus investimentos na raça no Mato Grosso “tem um significado”. “Sempre fui um admirador da raça, gosto do gir, acredito que a raça está vivendo o melhor momento no país e acho que o estado do Mato Grosso e todos os estados do Centro-Oeste e Norte do Brasil precisam conhecer melhor a raça gir, que é a raça dos trópicos, a raça ideal para a nossa região”, argumenta.

O criador diz que o estado do Mato Grosso, reconhecido como produtor de grãos e gado de corte, “preciso desenvolver uma pecuária leiteira dos trópicos, precisa produzir leite para o seu consumo e para exportação, para isso é preciso saber que tipo de pecuária leiteiras queremos e podemos desenvolver”.

Segundo Getúlio, o fato do clima no estado ser bem defino quando aos períodos de chuva e seca, “sendo, portando, em sua maior parte do tempo quente, favorece o desenvolvimento de uma pecuária baseada na raça gir, como raça pura, ou com os cruzamentos resultando no girolando”.

Otimista, Getúlio não esconde seu entusiasmo com a seleção de gir leiteiro. “Sinto que nossa região será uma potência na criação da raça, pois produziremos animais adaptados, prontos para enfrentarem qualquer região daqui até a Amazônia, inclusive outros países da América Latina”.

Rebanho

Acreditando nesse potencial, Getúlio Vilela não mediu esforços para incorporar ao seu rebanho genética de ponta do gir leiteiro. Ele conta que percorreu o Brasil inteiro visitando rebanhos e participando dos principais leilões de gir leiteiro para comprar “só coisa boa”.

“Hoje – conta – temos embriões e produtos nascidos das vacas mais conceituadas do Gir Leiteiro nacional, como Dengosa, Condessa e Imperatriz da Mutum, Nata, Nagy, Prateada da Cal, Águia e Avenida da Silvânia, Jama da Palma, Caçadora de Brasília, dentre outros grandes nomes do Gir Leiteiro.”

Doadoras

Getúlio não ficou somente nas prenhezes, “adquirimos também grandes doadoras, como Biblioteca da Brasília, Atraente Te Kubera e Pindhara Te Kubera que é filha de Nefrita e uma promessa para os próximos anos”.
 
Colaboração

Na seleção de gir leiteiro, Getúlio Vilela conta com a ajuda da filha Maressa Resende Vilela Bettencourt. Maressa, segundo Vilela, “tem um grande gosto pelo gir, por isso acho que teremos muito sucesso nessa atividade de seleção da raça, pois tudo que é feito com prazer e carinho, o resultado surpreende”.

Desempenho

Getúlio e a filha Maressa não escondem o entusiasmo com os resultados das últimas duas exposições que participaram como expositores: Expozebu, em Uberaba e Espoagro, em Cuiabá (MT). Na Expozebu, o gir 5 estrelas conseguiu os prêmios de 8º e 11º lugares no julgamento de bezerras, cuja categoria tinha mais de 40 animais.

Na Expoagro, em Cuiabá 2010, a coisa foi diferente, “pois ganhos 41 prêmios durante o julgamento, nossos animais foram premiados em quase todas as categorias”, comemora Maressa Vilela.

Feileite

Getúlio Vilela informa que participará da Feileite, “vamos levar 10 animais”. Na Feileite o criador cuiabano participará como promotor do leilão Made In Brazil, dia 12 de novembro (veja catálogo) e Maressa Vilela venderá um animal no leilão mulheres do Gir, dia 11 de novembro (Astrid Fiv GV% - Jaguar TE do Gavião X Pindhara TE Kubera - foto abaixo).

 


 
 
Comentários

No momento, não há registros publicados!



 
Leia Mais
 
Principal | Artigos | Leilões | Exposições | Criadores | Associações | Links | Girolando | Contato
Todos os Direitos Autorais Reservados à Girbrasil